quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Proibido aqui, permitido em todos os demais lugares

Pelo aspecto da base do poste, pode-se dizer que a proibição está sendo respeitada strictu sensu. Entretanto, não é necessário respirar fundo para perceber que o entorno já virou banheiro público.

Praça das Mercês, no Comércio

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Mais um abandonado

Encoberto pela fiação... janelões tapados com tijolos... recomposição florestal em estágio avançado...
Estão levando muito a sério essa história de que "o passado é uma roupa que não nos serve mais"...
Na 28 de Setembro, próximo à Presidente Vargas

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Melhor parar mesmo


Rui Barbosa com Manoel Barata, bem perto de onde aprontaram essa outra presepada

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Paris N'América

Paris N'América, fundada em 1870 - primeira empresa a se registrar na Junta Comercial do Pará - constitui-se num dos resquícios mais marcantes da riqueza advinda do ciclo da borracha.


Com alguma generosidade, pode-se notar a semelhança com o prédio das Galeries Lafayette, em Paris.


A escada principal, em estilo art-nouveau, com traços sinuosos e motivos florais, conduz ao mezanino, sustentado por estrutura de ferro inglês.

Nos dias atuais, ela já se incorporou ao nosso jeito Nova Déli de ser.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Encontraram o "M"

O João Barradas encontrou a letra "M" que estava faltando nessa placa retratada em outra postagem.


Olha onde ela foi parar!
Av. Júlio César, em frente ao SIPAM

O que faz uma "jamanta" em pleno centro da cidade?

Quando pensei que a coisa estava ruim, o Intimorato me mostrou que poderia ser bem pior.
Confira.

Patrimônio histórico = Lixo

Montanha de lixo acumulado, numa das passagens entre a Gaspar Viana e a João Alfredo.
Acho que o prédio histórico ao fundo também vai ser jogado fora...

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Vocês não fazem mas o povo faz

Atendendo à sugestão feita por um(a) comentarista anônimo(a) em outra postagem, fui conferir esse exemplo de iniciativa popular na solução de problemas coletivos.
Pode-se notar que se trata de autopromoção do folclórico pretendente ao cargo de prefeito, Abdon Silva. Mesmo assim, não deixa de ser interessante.

Almirante Tamandaré, próximo à Praça do Arsenal

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Estacionamento com segurança

Se você vai à Praça das Mercês, já tem onde deixar seu carro com segurança.
Não se preocupe se o local estiver lotado. Pode confiar suas chaves aos manobristas, que eles guardarão o seu veículo com todo cuidado assim que desocupar alguma vaga.


O estacionamento conta com vigilante 24 horas por dia.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

domingo, 20 de setembro de 2009

Oh... mente poluída!

Alguém, por favor, diga que viu a mesma coisa que eu, nesse monumento... Preciso disso para aliviar minha culpa por ter uma mente tão poluída! Não posso ser o único pervertido nesse mundo!

Na Praça Maranhão, bairro do Comércio


Como pude ser tão injusto com nossos colonizadores, sempre tão preocupados com o bem-estar dos nativos? É claro que uma cena como a que eu imaginei nunca teve lugar em nossa história.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Cegonha da Tavares Bastos

Dia sim, dia não... às vezes mais sim do que não, quem vem da Marambaia pela Tavares Bastos se depara, logo de manhã, com um congestionamento incômodo, que começa desde a esquina com a Pedro Álvares Cabral. Não é acidente, nem semáforo com defeito... é apenas um caminhão-cegonha, que sempre estaciona quase em frente à última parada de ônibus antes da Almirante Barroso. Ali próximo se situa o depósito de carros da concessionária Fênix, que vara de um lado a outro do quarteirão.
Belo horário para se fazer carga e descarga de carros...

O caminhão obstrui uma faixa de rodagem, bem no gargalo da pista


Vejam o ponto de ônibus logo ali atrás... é claro que eles vão parar no meio da pista, para facilitar a saída


A pista já se estreita naturalmente, devido ao canteiro central onde há o retorno... com esse caminhão parado aí, então...


Como o fluxo de carros saindo da Marambaia é muito maior do que no sentido oposto, uma das faixas acaba sendo invadida pela contramão institucionalizada

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Correção ortográfica

Vocês se lembram daquela carrocinha sençassionau?



Depois de aparecer no Belenâmbulo, o sujeito prontamente se corrigiu, e eu fiquei contente por ter cumprido meu papel como guardião de nosso idioma.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Vendo imóvel

Garanto que não se move há bastante tempo.

Tavares Bastos, próximo à Vila Militar Duque de Caxias

Se algum dos leitores deste blog vier a fechar negócio, favor informar através da caixinha de comentários, para que eu possa cobrar do vendedor o percentual sobre o valor da transação que me é de direito.

(dica deixada pela Cláudia, nos comentários de outra postagem)

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Incorporando novos hábitos alimentares

Quem frequenta este blog há mais tempo sabe que não sou paraense, mas, aos poucos, vou incorporando alguns novos hábitos.

Ainda não o encaro sem açúcar (como eu disse: "aos poucos...")

Pegando ônibus na Presidente Vargas

Através dessa postagem do Ramiro Quaresma, em seu blog Xumucuis, cheguei ao vídeo a seguir, produzido pela TV Urubu.
É triste saber que o que ele mostra é a pura verdade, e acontece todos os dias.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Pôr-do-sol em Beja

Delicadeza III

Não é só em Belém que os apelos estão cada vez mais delicados (conforme mostrado aqui e aqui).

Rua Padre Luís Varela, em Abaetetuba

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Eles vão dominar o mundo

Já colonizaram quase todas as esquinas da periferia de Belém, e todas as cidades do interior que conheci.

Praça Nossa Senhora de Nazaré, em Abaetetuba

Círio de Abaetetuba

É uma alternativa para quem não tem mais disposição para encarar a exaustiva procissão do Círio em Belém.

Vejam como existe espaço entre uma pessoa e outra

Com todo respeito à tradição do Círio, ao seu percurso, à Basílica Santuário e a todos os demais símbolos localizados em Belém, acredito que Nossa Senhora sempre receba a fé manifestada por seus devotos, não importando onde eles estejam

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Fim da linha para o ceguinho

Já haviam mandado ele se danar... agora recebo essas imagens surreais de Belém, enviadas pelo leitor e comentarista Duarte.




Trata-se da esquina da Av. Duque de Caxias com a Trav. Perebebuí, no bairro do Marco. A casa, que ocupa toda a calçada, já existe há mais de 30 anos.
Quando do projeto "faixa-cidadão" e da obra da "nova Duque", do nosso prefeito e doublê de olftamologista, Duciomar Costa, tivemos uma esperança de que algo pudesse ser feito para resolver o problema visto que o imóvel comprometia o projeto.
Nada foi feito. E o absurdo ficou mais visível, já que a faixa é interrompida exatamente pela parede dos fundos da casa. Quem quiser prosseguir, que siga pela vala ou arrisque-se pela pista.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Por favor, tirem essa música da minha cabeça!!!

Vocês se lembram daquele meu vizinho que adora compartilhar conosco o seu refinado gosto musical todo fim de semana? Pois é, ele conseguiu o que queria...
Fui infectado. Não sei o que é pior: isso ou a gripe A.
Imaginem o desespero que senti ao me flagrar cantarolando essa josta melosa durante minha ducha matinal!
"Vai passar"
, pensei.
Ilusão... Lavava roupas quando fui acometido por uma nova crise. E no cochilo pós-almoço, então?
Agora tenho medo de momentos solitários em silêncio absoluto, pois é nessas horas que fico mais vulnerável.
Essa praga deve ter se alojado em meu nervo auditivo, ou no ouvido interno. Tentei sufocá-la com o auxílio de uma overdose medicamentosa, mas não teve Chico Science, nem Zé Ramalho que me curasse.

Dizem que a melhor maneira de tirar uma música da cabeça é passá-la para outras pessoas. Então, meus prezados leitores, perdoem-me, mas só vocês podem me salvar!

Essa é dedicada a vocês!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Arte rupestre

Arte rupestre, pintura rupestre ou ainda gravura rupestre, é o nome que se dá às mais antigas representações pictóricas conhecidas, datadas desde o período Paleolítico Superior (40.000 a.C.), gravadas em abrigos ou cavernas, em suas paredes e tetos rochosos, ou também em superfícies rochosas ao ar livre, mas em lugares protegidos, normalmente remontando a épocas pré-históricas.

Na vida do Homem pré-histórico tinham lugar a Arte e o espírito de conservação daquilo de que necessitava.

Prospecções arqueológicas realizadas na Europa, Ásia e África, entre outras, revelam que surgiram entre os primitivos homens caçadores os primeiros artistas, que pintavam, esculpiam e gravavam, demonstrando que o desejo de expressão através das artes é inerente ao ser humano. A cor na pintura já era conhecida pelo Homem de Neandertal.

Os sítios mais conhecidos e estudados encontram-se na Europa, sobretudo França e no norte da Espanha, na região denominada franco-cantábrica.

Gruta de Lascaux, no sudoeste da França


Caverna de Altamira, no norte da Espanha


Fica no Brasil a área de maior concentração de sítios pré-históricos das Américas, declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.
Toca do Boqueirão da Pedra Furada, na Serra da Capivara, Piauí


Belém conserva numerosos resquícios - ainda pouco estudados pelos arqueólogos - de um passado remoto, quando o Homem de Neandertal era a espécie predominante nessa região.
Residencial Ulysses Guimarães, na Augusto Montenegro


Instituto de Identificação, na Magalhães Barata com Castelo Branco


Um pouco mais adiante, na Castelo


Hospital da Aeronáutica, na Almirante Barroso

Acesso "interropido"

Almirante Barroso com Júlio César

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Gaspar Viana com Praça das Mercês

Atendendo à sugestão deixada pela Amanda Pinto, na caixa de comentários de outra postagem, fui fotografar o casarão situado na Praça Barão do Rio Branco (das Mercês), antes que ele desabasse. Acredito que essa tragédia esteja sendo evitada, graças à reforma em andamento no imóvel.

É assustador constatar que o segundo andar são somente as paredes.
eu juro que tentei deixar os fios fora da foto, mas foi impossível


Lagoa do lixo

Caminhando ao longo da Rodovia Augusto Montenegro, somos acompanhados pela presença constante de um córrego (para não dizer vala), o qual, devido ao represamento em alguns pontos, forma lagoas, obrigando o pedestre a se arriscar na beira da pista, se não quiser molhar os pés.
A mais podre de todas, na minha opinião, é essa, localizada entre as saídas para o Maguari e o Tenoné.


"Não jogue lixo"... de tão comum, esse tipo de imagem já perdeu a graça. Aliás, nunca teve graça nenhuma!

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Os donos da rua II

Mais um bonito exemplo de adoção do patrimônio público pela população.
Manhã de sábado na Gentil Bittencourt, quase canto com a Generalíssimo. Três betoneiras formaram fila para abastecer a uma obra de construção civil. Estacionaram bem na frente do ponto de ônibus dos quitinetes do Sr. José Aliverti, sacramentando a fila dupla de coletivos que geralmente se forma naquele local.

A da esquerda eu já conhecia...

...a da direita, ainda não.



Talvez não seja recomendada para quem tem problemas de ejaculação precoce.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Contados a partir de quando?



Essa é uma das muitas ruas ao longo da Rodovia Augusto Montenegro contempladas pelo Contrato nº 001/2008 (é isso mesmo: dois mil e oito), referente a obras de drenagem e pavimentação asfáltica. Em algumas o serviço parece ter sido concluído. Mas a maioria se encontra no mesmo estado, ou pior, que essa da foto.
O prazo de execução declarado era de cinco meses. As placas estão lá, porém é como se não estivessem. Já se incorporaram à paisagem. Ninguém se mobiliza. Ninguém reclama. É assim mesmo... embora se trate do meu e do seu dinheiro.
Bom mesmo é no futebol. Time que perde jogos seguidos ou não joga bem recebe protestos, às vezes até agressões, da torcida... técnicos são crucificados...
Ah... se na política fosse assim também...

Rogério Ceni tem razão.

Adivinha onde é isto: fim do mistério

Prezado Sr. Lafayette,

É com grande satisfação que lhe informamos que seu blog ocupa a primeira posição no ranking de links de saída do Belenâmbulo.
Sabemos que um sucesso estrondoso como esse não se constrói da noite para o dia. Embora a recente campanha Adivinha onde é isto! tenha estreitado definitivamente os laços entre nossas instituições, lembramos que a parceria já vem se consolidando há algum tempo, de maneira informal, através de postagens como Hino Nacional adaptado por Vanusa, Incivilidades, Esse rio é minha rua, E ainda reclamam por não sediarem uma Copa e Restaurante Terra do Meio.
Como o Sr. bem deve saber, a manutenção de um blog constantemente atualizado envolve custos de difícil mensuração, tais como combustível, energia elétrica, acesso à internet, além do risco que corremos quando vamos fotografar em certos locais da cidade, pelo compromisso de trazer aos nossos leitores as imagens e informações mais recentes, com credibilidade. O Belenâmbulo não foge a essa regra.
Diante do exposto, é com satisfação que o convidamos a ser o primeiro patrocinador da família Belenâmbulo, um blog frequentado pela elite político-econômica-cultural-intelectual desta cidade. Garanta o êxito de seus empreendimentos através da visibilidade proporcionada pela ribalta deste blog junto ao seleto público de formadores de opinião que passa por aqui diariamente.

Entre em contato com o nosso Departamento de Cobrança, a fim de acertar detalhes referentes à forma de pagamento (em espécie, débito em conta, ou em créditos no Restaurante Terra do Meio - uma tartaruga a cada três ribaltas) e ao melhor dia para vencimento (pode escolher entre 02, 05, 10, 15 e 20).

Saudações cordiais,
Belenâmbulo - Depto. de Marketing