quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Patrimônio histórico = Lixo

Montanha de lixo acumulado, numa das passagens entre a Gaspar Viana e a João Alfredo.
Acho que o prédio histórico ao fundo também vai ser jogado fora...

3 comentários:

Claudia disse...

Travessa Leão XII.
Quero falar muito sério contigo.

Jeferson Assis disse...

Óia eu aqui mais uma vez..rsrs.
Te acompanho só na espreita, mas quase não comento. ME PERDOA por isso.

Quanto ao post, isso é visível nas ruas de Belém!

Posso te fazer uma pergunta?

Tenho certeza qur tu anda de cabo a rabo essa cidade e durante essas andanças tu já encontrou alguma lixeira nas ruas?

Caso diga SIM, me diga onde fica. Pois eu nunca vi. Lixo domiciliar é jogado no pé do poste, entulhos são jogados, aos montes, na própria calçada.


Amo essas cidade, mas tem hora que me revolto com tudo que está acontecendo.


Abraços.

Belenâmbulo disse...

Claudia,
Agradeço pela informação. Procurei alguma identificação no próprio local, e depois no google e nas listas telefônicas, sem sucesso (reconheço que não me dediquei tanto assim para descobrir o nome do logradouro).
É ótimo ter uma leitora como você, que conhece profundamente nosso patrimônio arquitetônico tão abandonado.

Oxe, Jeferson,
Não tem por que pedir perdão. Ninguém é obrigado a comentar. É bem verdade que para mim é muito instigante receber manifestações dos visitantes, mas fique à vontade.
Olha, até vi algumas lixeiras... não vou saber lhe dizer exatamente onde, mas sei que elas existem. O problema é que são insuficientes, além, é claro, da falta de hábito de depositar o lixo no seu devido lugar (pra não dizer "falta de educação").
Só se revolta quem ama. Sem amor, resta o descaso.

Abraços