quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Cegonha da Tavares Bastos

Dia sim, dia não... às vezes mais sim do que não, quem vem da Marambaia pela Tavares Bastos se depara, logo de manhã, com um congestionamento incômodo, que começa desde a esquina com a Pedro Álvares Cabral. Não é acidente, nem semáforo com defeito... é apenas um caminhão-cegonha, que sempre estaciona quase em frente à última parada de ônibus antes da Almirante Barroso. Ali próximo se situa o depósito de carros da concessionária Fênix, que vara de um lado a outro do quarteirão.
Belo horário para se fazer carga e descarga de carros...

O caminhão obstrui uma faixa de rodagem, bem no gargalo da pista


Vejam o ponto de ônibus logo ali atrás... é claro que eles vão parar no meio da pista, para facilitar a saída


A pista já se estreita naturalmente, devido ao canteiro central onde há o retorno... com esse caminhão parado aí, então...


Como o fluxo de carros saindo da Marambaia é muito maior do que no sentido oposto, uma das faixas acaba sendo invadida pela contramão institucionalizada

7 comentários:

Lafayette disse...

E guando as cegonhas param na Doca, no começo da Duque, depois da Praça Magalhães Barata, na Alte. Barroso, no final da Pedro Álvares Cabral??????

É incrível! Vai a gente parar com o carro meio fora do lugar! prriiiiii!!!!

Yúdice Andrade disse...

Ê Belém do Pará!!

Pacheco disse...

O "melhor" de tudo é a inútil CTBel sabe da palhaçada mas não faz nada. Olha só essa: Ontem resolvi dar uma volta de moto por volta das 19:30h. No semáfora da Alm. Barroso com a Julio Cesar parei no sinal amarelo já quase vermelho. Não percebi que tinha um guardolinha por lá escondido(afinal, a gaiola 24h deles foi desativada). Vinha atrás de mim um ônibus dirigido por um filho uma cadela atrasada, me deu um drible (eles são bons nisso) quase me atropelando e já no sinal vermelho passou, virando na circular para quem vai para a Julio Cesar. O quê o guardolinha vez? Nada!!! Ele viu. Eu vi que ele viu!
E se fosse eu, como minha Yamahazinha 125? Lá ai voltar para dar uma contribuição para a caixinha de fim de ânus deles...

Abraços.

Cid Pacheco
Conheça também: http://transitoblm.blogspot.com

Anônimo disse...

Belenâmbulo, boa tarde!Gostaria de lhe sugerir um ponto para fotografar que fica na Augusto Montenegro no sentido Icoaracy/Belém,ao lado do Kuarup,quase em frente ao motel ele e ela,onde se lê:"Se mijar é corno",em letras garrafais.

Abs,

Gilberto Rodrigues

Belenâmbulo disse...

Lafayette e Pacheco,
Quem sabe algum dia nós não nos acostumaremos a isso, desenvolvendo então o egoísmo e a cara-de-pau necessários para também fazer uma presepada dessas no meio da rua? Minhas raízes nipônicas, aliadas à minha educação nos moldes europeus, não me permitem esse tipo de conduta no momento. Entretanto, o ambiente em que me encontro é favorável à brutalização. Basta olhar à nossa volta.

Yúdice,
Ê, Belém do Pará... só amando muito mesmo, para rir dessas situações e não surtar de vez.

Gilberto,
Agradeço por mais uma visita e comentário.
Quando passar por lá, certamente fotografarei sua sugestão, que será publicada na série "Delicadeza".

Abraços

Frederico Guerreiro disse...

"Ela" esteve em lugar bem pior. Veja em "O Intimorato".

Belenâmbulo disse...

Nossa, Fred... que absurdo!
Vou linkar aqui, logo, logo.

Abraço