sexta-feira, 29 de maio de 2009

Davanira, tire sua roupa da janela!

Enquanto belenambulava à procura de imagens para a postagem de ontem, deparei-me com cenas interessantes...


... que me fizeram lembrar de um comercial das Casas José Araújo, cujo jingle foi um grande hit do carnaval de 1993, em Pernambuco. É uma pena que apenas o áudio esteja disponível no Youtube, porque a menina que fazia o papel de Davanira era muito gostosa! Ela tinha apenas 14 anos na época... e estudava num dos colégios mais bem conceituados de Recife. Após o seu sucesso estrondoso, a coitadinha foi expulsa da escola, sob a alegação de que denegria a imagem da instituição. Pois eu acho que perderam uma grande oportunidade... as vagas para matrícula no ano seguinte seriam disputadíssimas!

quinta-feira, 28 de maio de 2009

A escritura do Conjunto do Basa

Recebi agora há pouco a cópia escaneada da Certidão da Escritura Pública de Compra e Venda do terreno correspondente à área do Conjunto do Basa, datada de 19 de abril de 1968. Agradeço à gentileza da moradora que me enviou o material.
Não sou especialista no assunto, porém, pelo que pude ver, o Basa comprou o imóvel "com todas as benfeitorias". No documento, são citadas apenas as dimensões do terreno, não havendo menção a nenhuma via pública que passasse por dentro dele.
Como já foi comentado aqui e em outros blogs, o fato de se tratar de propriedade particular não impede a desapropriação, entretanto garante o direito à indenização. E aí? Os moradores do conjunto serão indenizados?



Código de Posturas, art. 23, inc. IV

Código de Posturas do Município de Belém (Lei nº 7.055, de 30/12/1977)
TÍTULO II - DA PROTEÇÃO ESTÉTICA, PAISAGÍSTICA E HISTÓRICA DA CIDADE
(...)
CAPÍTULO I - DA PROTEÇÃO ESTÉTICA
Art. 23 - Além das limitações à propriedade privada, estabelecidas nas leis específicas visando a compor harmoniosamente o conjunto urbanístico, incumbe à administração adotar através de normas complementares, as medidas seguintes:
(...)
IV - impedir que, em áreas residenciais, visíveis dos logradouros públicos, sejam expostas peças de vestuário e objetos de uso doméstico, salvo quando se tratar de áreas de serviço com estendedores internos


Sem discordar da necessidade de proteção estética da cidade... mas, antes de mostrar as fotos eu gostaria de comentar sobre a dificuldade em se cumprir essa parte do Código de Posturas. A grande maioria dos apartamentos que conheci têm a área de serviço do tamanho de um ovo, com péssima ventilação. Se fosse no Sertão Nordestino ou no Cerrado, tudo bem... mas aqui?!?!

Residencial Denise Xavier, no Souza

Ed. Times Square, na Doca

Ed. Portucale, na Assis de Vasconcelos

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Mais um placebo...

Quando publiquei outra postagem com título parecido, não imaginava que estaria iniciando mais uma coletânea a respeito de um "grande tema da humanidade". No entanto, atentos comentaristas me convenceram de que vários comportamentos comuns ao nosso povo - além de andar de bicicleta com guarda-chuva - não passam de mero placebo.

Então, aí vai mais um:
Mudar de faixa de rodagem em via congestionada
(não posso nem falar muito, pois nessa hora eu também estava como o carro meio-lá-meio-cá)

Av. José Bonifácio, em frente ao Mercado de São Brás

terça-feira, 26 de maio de 2009

Preparando o terreno...

...para o plantio de mais um prédio!
14 de março, entre Diogo Moia e Oliveira Belo, ao lado da Loja do Pescador

E o preguiçoso bichano vem reforçar o mito de que os gatos se apegam à casa, e não ao dono.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Trânsito caótico de Belém

Vale a pena dar uma conferida no Trânsito Caótico de Belém, criado no mês passado pelo Cid Pacheco.
Trata-se de um blog especializado em flagrar os absurdos cotidianos de nossas ruas, com ênfase na indústria de multas gerenciada pela CTBel, cujos agentes são apelidados carinhosamente de guardolinhas (guardas-flanelinhas).
Infelizmente, não vai faltar material para publicar...

Essa é uma foto que eu gostaria de ter tirado!
Confira a postagem original aqui.

Cachorro doido

PA-124, ao lado do Sesc de Salinópolis

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Dois símbolos de Belém

Lateral do Teatro da Paz, com o Edifício Manuel Pinto da Silva ao fundo

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Rebu no Conjunto do BASA

Particularmente, serei beneficiado pela abertura do Conjunto do BASA. Moro na Marambaia, e atualmente pego a estreita Passagem Santo Antônio para acessar a Av. João Paulo II, e assim escapar do trânsito da Almirante Barroso, pelo menos até a Dr. Freitas. Seguir direto na Tavares Bastos será ótimo para mim.
Mesmo acreditando que a relação entre o número de pessoas beneficiadas x prejudicadas justifique tal intervenção, não posso simplesmente pensar: "danem-se os outros, o que importa é o meu". Segundo informações de moradores do local, a prefeitura se recusava a executar benfeitorias no conjunto, sob a alegação de que se tratava de área particular. Dessa forma, tudo foi feito com o dinheiro deles: asfaltamento, calçadas, drenagem... E agora perdem tudo, sem direito a indenização?!?! (ainda bem que não sou jornalista, logo, sinto-me desobrigado de apurar a informação)
Não adianta mais espernear, nem bloquear a Almirante Barroso. A ordem judicial foi cumprida. Daqui pra frente é se adaptar à nova realidade, e redobrar os cuidados com segurança, como em qualquer bairro da cidade.


Essa foto foi tirada na banquinha de jogo do bicho que ficava na entrada do conjunto. No fim da tarde, restavam apenas os entulhos.


Ô, curiosidade... Só esperando o circo pegar fogo... e pegou! Nessa hora ninguém tem pressa! (nem eu...)


Garantindo a ordem... Pelo que vi, as autoridades estavam preparadas para uma operação de guerra. Havia dezenas de viaturas policiais e ambulâncias enfileiradas nos fundos do conjunto, na Av. João Paulo II. A truculência veio de tardezinha.


Como não deve ter acontecido mais nada de relevante hoje na cidade, o rebuliço acabou se transformando num encontro municipal de repórteres. E eu não poderia perder a oportunidade de evocar o nosso maltratado Código de Posturas.



TÍTULO III - DA HIGIENE PÚBLICA
(...)
CAPÍTULO II - DA HIGIENE DOS LOGRADOUROS E VIAS PÚBLICAS
(...)
Art. 30 - Nos logradouros e vias públicas é defeso:
(...)
II - impedir a passagem de pedestres nas calçadas, com (...) veículos ou qualquer outro corpo que sirva de obstáculo para o trânsito livre dos mesmos.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

O flanelinha vacilou...

... e o ladrão aproveitou!

Generalíssimo Deodoro quase canto com a Boaventura da Silva

terça-feira, 19 de maio de 2009

Fotografe... antes que desabe!

Quando lancei esta campanha, 12 dias atrás, não havia percebido que ela também se enquadra em outro "Grande Tema da Humanidade": o nosso maltratado Código de Posturas.

Então vamos complementar o manifesto de lançamento.

Código de Posturas do Município de Belém (Lei nº 7.055, de 30/12/1977)
TÍTULO II - DA PROTEÇÃO ESTÉTICA, PAISAGÍSTICA E HISTÓRICA DA CIDADE
(...)
CAPÍTULO II - DO ASPECTO PAISAGÍSTICO E HISTÓRICO
(...)
Art. 24 - Para proteger a paisagem, os monumentos e os locais dotados de particular beleza e fins turísticos, bem como obras e prédios de valor histórico ou artístico de interesse social, incumbe à Prefeitura, através de regulamentação adotar medidas amplas, visando a:
(...)
III - preservar os conjuntos arquitetônicos, áreas e logradouros públicos da cidade que, pelo estilo ou caráter histórico, sejam tombados, bem assim quaisquer outros que julgar conveniente ao embelzamento e estética da cidade ou, ainda, relacionadas com sua tradição histórica ou folclórica


segunda-feira, 18 de maio de 2009

Mapa dos buracos de Belém

Ao contrário dos astrônomos e geólogos, que não deram a mínima para as numerosas crateras de Belém, o Tiago Paolelli iniciou um interessante projeto de mapeamento desses acidentes geográficos (que facilmente se convertem em acidentes de trânsito), o qual pode ser conferido aqui.

Contribuam! (mas sem exagero, senão o mapa vai ser totalmente coberto pelos balõezinhos)



Dica enviada pelo Pedrox, via Twitter.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

quinta-feira, 14 de maio de 2009

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Cadê o sorvetão de São Brás?

Sentiram falta da cabine da Guarda Municipal situada entre a caixa d'água e o Mercado de São Brás?
Talvez não estivesse tendo muita utilidade...
Mas a da Praça da República (em frente ao Cine Olympia) não será retirada, pois serve como lixeira dos taxistas e dos flanelinhas.

terça-feira, 12 de maio de 2009

Sonolência pós-almoço

Trabalhadores que cuidavam da manutenção paisagística da Av. Júlio César contaram com a colaboração providencial de São Pedro para seu merecido repouso no intervalo do almoço de hoje.
Tempo nublado... chuvinha fina... temperatura amena...


Qualquer lugar é lugar para uma sesta revigorante (até em cima da árvore!)


Tem coisa melhor após o almoço?
Seguindo o exemplo de nossos patrícios ultramarinos, poderíamos fundar uma associação para promover esse hábito tão benéfico à saúde.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Placebo

Da Wikipédia:
Placebo (do latim placere, significando "agradarei") é como se denomina um fármaco ou procedimento inerte, e que apresenta efeitos terapêuticos devido aos efeitos fisiológicos da crença do paciente de que está a ser tratado. (...) O dicionário médico Hooper cita o placebo como "o nome dado a qualquer medicamento administrado mais para agradar do que beneficiar o paciente".

Do Belenâmbulo:
Andar de bicicleta com guarda-chuva é um placebo.



sexta-feira, 8 de maio de 2009

No encalço do prefeito

Ao ver essa joia publicada na Bitácora do Pedrox, tive a ideia de tentar seguir os rastros do prefeito.
Não o encontrei...
Contudo, aos olhos mais atentos, há indícios espalhados pela cidade, que revelam um pouco de sua situação.

Atuação apagada... Imagem arranhada...


Todo enrolado... Reputação em frangalhos...


O mais curioso vem agora...
Olhem só a pérola que descobri, enquanto garimpava imagens para esta postagem.

- Vocês usam essas bandeirolas como pano de chão?
- Não!!!
- indignado - Elas não merecem virar pano de chão! Usamos para forrar umas prateleiras!

Explicação: casa situada na esquina da Passagem Nova com a Rua "J" do Conj. Euclides Figueiredo, na Marambaia. Local esquecido durante quarenta anos, e asfaltado uma semana antes da eleição municipal do ano passado.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Em dia de greve de ônibus...


Eu fico imaginando... Como é que o cara se dá o trabalho de mandar confeccionar um adesivo desses?!
Será que isso realmente sensibiliza o passageiro na hora de escolher o transporte?

Guardiões do Código de Posturas

A campanha pela divulgação do Código de Posturas do Município de Belém tem arregimentado novos adeptos.
Hoje recebi esse presentaço do Lafayette, através de seu blog.
A foto de ontem foi surrupiada d'O Intimorato, Frederico Guerreiro.
Se continuarmos nesse ritmo, logo, logo teremos dissecado o Código inteiro, de uma forma muito divertida.
Agradeço aos gentis colaboradores! Com o dinheiro da gasolina que tenho economizado vou pagar um lanche em Seu Mário para vocês!
____________________________________________________________________________________
Ao Belenâmbulo, para sua (nossa) batalha contra os Moinhos…
Praça Barão do Rio Branco, de'confronte a Igreja da Trindade, na ilharga da OAB-Pará, dia 05 de maio de 2009, às 15 horas.
_____________________________________________________________________________________

Essa cena, tão comum em nossa cidade, poderia ser enquadrada em vários pontos do Código de Posturas, entretanto acho que o mais adequado é:

TÍTULO III - DA HIGIENE PÚBLICA
(...)
CAPÍTULO II - DA HIGIENE DOS LOGRADOUROS E VIAS PÚBLICAS
(...)
Art. 30 - Nos logradouros e vias públicas é defeso:
(...)
II - impedir a passagem de pedestres nas calçadas, com construção de tapumes (...) ou qualquer outro corpo que sirva de obstáculo para o trânsito livre dos mesmos.
a) é defeso também transformar as calçadas em terrace de bar, colocação de cadeiras e mesas


Olha... esse tópico ainda vai render muito, viu? Sábado à noite na Wandenkolk... Dia de show na AP ou no Cidade Folia...
Nossa! Quantos exemplos! (infelizmente...)

Fotografe... antes que desabe!

Era apenas mais uma ideia embrionária, sem prazo para implementação, como tudo no Belenâmbulo. Entretanto, a triste notícia do desabamento de mais um casarão antigo de Belém me fez antecipar os planos.
"Fotografe... antes que desabe!" é a campanha que lanço hoje, e representa minha singela contribuição para a preservação do patrimônio histórico de nossa cidade.
Sei que os efeitos concretos dessa minha iniciativa serão praticamente nulos... Ah! Deixem-me acreditar que faço alguma diferença!

Boulevard Castilhos França

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Código de Posturas, art. 58

Código de Posturas do Município de Belém (Lei nº 7.055, de 30/12/1977)
TÍTULO IV - DA POLUIÇÃO DO MEIO AMBIENTE
(...)
CAPÍTULO II - DA POLUIÇÃO DO AR
Art. 58 - Para preservar a salubridade do ar respirável, incumbe à administração adotar as medidas seguintes:
(...)
V - disciplinar o tráfego dos transportes coletivos, de modo a evitar a sua concentração no centro urbano


Av. Assis de Vasconcelos, 24/04/2009, 17:30 h
Foto: Frederico Guerreiro (O Intimorato)

terça-feira, 5 de maio de 2009

Manual de Instruções da Travessa Benevides

Vocês sabem que eu adoro placas e instruções bem explicadinhas.
Vejam o cuidado em delimitar a área para colocação de lixo!





Pela localização (Travessa Benevides, na Marambaia), pela caligrafia, e pelo tipo de tinta, deduzo que este Manual de Instruções seja do mesmo autor daquele pedido gentil, retratado em outra postagem.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Celebridades globais em São Domingos do Capim

A população capimense esperava ansiosa pela presença do misterioso "surfista global", anunciado no outdoor do Festival da Pororoca.
O campeonato de surfe teve de ser cancelado por falta de ondas.
Também não teve nem Paulo Vilhena, nem Rodrigo Hilbert, nem Carolina Dieckmann. Que pena!
Em compensação, prestigiaram o evento os famosos... QUEM?!
Ah... encontrei no Google! Caio Vaz e Estrela Blanco. Desculpem-me a ignorância em assuntos televisivos.

Para o mestre-de-cerimônias de um dos shows, a vinda das duas celebridadas a São Domingos do Capim confirmava definitivamente a inclusão do Festival da Pororoca no calendário de grandes eventos nacionais e, quiçá, internacionais.
Para os conhecedores do fenômeno, a data escolhida (09 a 12 de abril) foi um absurdo. Não é preciso conversar com muita gente para aprender que as maiores ondas ocorrem dois a três dias após as luas cheia e nova, no mês de MARÇO. Em abril, a coisa já se torna incerta. Mas quiseram forçar a natureza a se adaptar ao feriado da Páscoa. Deu no que deu... Centenas de visitantes decepcionados, declarando que não mais voltariam.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

O nosso Código de Posturas

Há algum tempo venho procurando o famoso Código de Posturas da época do intendente Antônio Lemos: aquele que regrava hábitos e modos urbanos, através de medidas detalhistas como a proibição de cuspir ou de despejar águas fecais nas ruas, a obrigatoriedade da construção de calhas nos telhados, a restrição aos banhos de rio e à quaragem de roupas nas ruas, entre outras.
A ideia era relacionar alguns de nossos costumes atuais ao antigo Código, mostrando como ele seria bem vindo hoje.
Entretanto, até agora não obtive sucesso nessa busca...
Pedi ajuda ao amigo virtual e visitante fiel José de Alencar, o qual, através de seu blog, prontamente me respondeu. Ao checar o documento enviado, porém, constatei se tratar do Código de Posturas em vigor.
Não era bem o que eu queria...
Mesmo assim, dei uma rápida olhada no material.
Que surpresa (des)agradável! É impressionante como o desrespeito ao Código se tornou corriqueiro! A cada tópico abordado me vinham inúmeras cenas, incorporadas ao nosso cotidiano, que constituem infrações previstas há quase 32 anos!!! (tempo de sobra para nos adequar...)

Meu projeto original teve de ser adaptado às novas circunstâncias. Infelizmente, não precisarei do Código de Posturas do início do século XX para demonstrar o contraste entre o que é e o que deveria ser, pois o mesmo já existe, e é gritante, em relação à legislação vigente (o que é ainda pior...).
Fotografarei flagrantes de desrespeito à mesma e os divulgarei aqui, sempre acompanhados da transcrição do trecho em questão, e do link para o texto completo do Código de Posturas.

Acredito que minha humilde contribuição - ao meu modo - para uma Belém mais cidadã será maior assim. Eu nunca havia lido o nosso Código de Posturas, tampouco conheço alguém que o tenha feito. Então, aqui no Belenâmbulo, teremos a oportunidade de dissecá-lo em doses homeopáticas.

Aí vai a primeira!

Código de Posturas do Município de Belém (Lei nº 7.055, de 30/12/1977)
TÍTULO VII - DAS ATIVIDADES EM LOGRADOUROS E VIAS PÚBLICAS
(...)
CAPÍTULO VII - DOS MEIOS DE PUBLICIDADE
(...)
Art. 134 - Em hipótese alguma, será permitida a colocação de cartazes, anúncios e faixas contendo ou não propaganda comercial, nem a fixação de cabos ou fios nos postes ou nas árvores dos logradouros públicos.


Antes de apresentar as fotos, quero dizer que talvez eu esteja sendo muito rigoroso na crítica às nossas autoridades. Sei que é difícil fiscalizar cada recanto de uma cidade grande como Belém, especialmente nos bairros periféricos e nas vias de menor circulação.

Doca com Boaventura


José Malcher com Generalíssimo (esse deve ser o maior consertador de fogão da cidade)


Almirante Barroso com Mauriti