sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Alguém me conta a história dessa casa?

Essa foto foi mais uma sugestão da sócia Camilla Delduque.
Fica na Av. Nazaré, quase chegando na Generalíssimo Deodoro.
O curioso é que, quando recebi a dica, não me lembrei do imóvel. Ele fica bem escondidinho atrás de um outdoor.
E assim se processa o abandono de nosso patrimônio. De tão comum, isso não nos choca mais. Estamos anestesiados. Logo, logo, surge um prédio no local, e ninguém sentirá falta daquilo que havia antes.
Recomposição florestal em estágio avançado

11 comentários:

Lafayette disse...

Vai um chute advocatício: é briga de herança!

Lafayette disse...

Wagner, esta tem que ser viral:

http://xipaia.wordpress.com/2009/08/29/hino-nacional-por-vanusa/

:):):)

Camilla Delduque disse...

será que o outdoor só vai ser retirado quando estiver "um belo empreendimento no cento da cidade, com tudo que você imaginar"?
Lafayette, é a casa dos Paes de Carvalho? Porque a casa da família, uma das, é ali por Nazaré, certo?

Yúdice Andrade disse...

Acredito que seja a casa da família Levy, na Av. Nazaré. Em frente a ela, o conhecido bancário Carlos Levy foi assassinado pelo próprio irmão, Alberto, motivado por disputa da herança. O assassino declarou que não se arrependia e que faria tudo de novo. Que me conste, está em cana até hoje.
A perlenga familiar não se resolve e, enquanto isso, o imóvel vai-se acabando.

Belenâmbulo disse...

Camilla,
Infelizmente acho que o outdoor só vai sair assim mesmo...

Camilla, Lafayette e Yúdice,
Agradeço pelas contribuições. Ainda que ninguém tenha certeza da informação, considero um grande avanço a gente especular sobre esse patrimônio abandonado, e fuçar as histórias da cidade (eu não sabia desse caso dos irmãos Levy).

Abraços

. disse...

Gente, eu adoro os comentários do Yúdice! Ele é quase um livro ambulante da história de Belém.
ô moço bem informado!

Lafayette disse...

É bronca de herança, então? Com requintes de filme policial B?

Belenâmbulo disse...

Waleiska,
Realmente fico muito honrado em receber um pouquinho dos conhecimentos do Yúdice através de seus comentários.

Lafayette,
Se não é essa a história, vai ficar sendo a partir de agora. A lenda já foi lançada!

Abraço

Yúdice Andrade disse...

Não passo com tanta frequência por essa parte da Av. Nazaré, por isso ainda não confirmei se é mesmo a casa dos Levy. Mas a história pode ser checada na Internet.
Agradeço os gentis comentários, ainda mais porque me surpreendo com eles, haja vista me considerar desinformado até demais sobre a cidade. Mas aí entram os blogs: de um em um, vamos aprendendo mais sobre o mundo que nos cerca. Por isso a blogosfera é tão boa!

Belenâmbulo disse...

É isso aí, Yúdice,
A sua desinformação pode ser uma grande novidade para alguém mais desinformado ainda. E assim, cada vez mais vamos nos convencendo de que nada sabemos.
Novamente agradeço por suas valiosas contribuições.

Abraço

Anônimo disse...

Guardem a foto, pq a casa não existe mais.