segunda-feira, 8 de março de 2010

Propaganda enganosa

O que me venderam...


...o que me entregaram



Mais propagandas enganosas aqui e aqui.

5 comentários:

Paula Peniche disse...

Eita! Vale muito a denúncia por afrontar o art. 37, § 1º da Lei 8.078/1990... Sugiro a denúncia no Procon e a reclamação no Fale Conosco na página da Mac Donalds (já fiz isso uma vez e eles responderam e tomaram providências quanto a franquia!).

Tanto disse...

Hahahahaha... Big Mac após um terremoto! Pior que ninguém reclama desta josta que eles servem.

Prof. Alan disse...

Wagner, você já conhece um site chamado "Coma com os olhos"? A especialidade deles é essa - mostrar a diferença de como vendem os alimentos e como eles chegam na sua mesa...

O endereço deles é http://comacomosolhos.com/

Amanda Pinto disse...

Eu já tô pegando abuso de vendedores de fast food. Eles inventam essas promoções de "adicione 50 centavos e ganhe 1 kg de batata frita" e põem na nossa nota como se nós tivéssemos pedido.
Se a gente não ficar de olho pede 1 refrigerante pequeno + 1 cheesburguer especial e sai da fila com 3 copos médios + 2 Big Tasty.
Acho que eles precisam de um aparelho auditivo ou os consumidores precisam de um microfone.

Belenâmbulo disse...

Paula,
Agradeço pela sugestão.
Já representei contra o Habibs no MPF há uns 3 anos, devido ao fato de eles não emitirem nota fiscal, mesmo quando solicitados. O procedimento está rolando, e o problema parece já ter sido resolvido. Depois fiquei com a consciência meio pesada por achar que dei trabalho desnecessário a um procurador que deve ter outras preocupações mais altas e nobres e lúcidas...
Quer saber? Em alguns casos, o melhor a fazer é simplesmente deixar de consumir. É isso o que tenho feito em relação ao McDonalds. Minha saúde também agradece.

Fernando,
Reclamar dá trabalho. Exige tempo, dedicação e paciência. Não é para todo mundo. E assim vamos levando nossa vida de sacos-de-pancadas...

Alan,
Excelente dica! Não conhecia esse site. Tem especialista pra tudo mesmo.

Amanda,
Eles só cumprem ordens, coitados... Acho que a atitude que está mais próxima a nós é o boicote. Mas aí é como eleição: sempre seremos minoria. Resta-nos espernear.

Abraços