quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

O barquinho popopô

Tenho mania de sentir saudades antecipadas de lugares e de pessoas. Cheiros, sons e sabores têm o poder de evocar imagens perdidas em minha memória.
Não sei se meu destino é fincar raízes por aqui. Porém, se eu for embora, já sei de uma cena que sempre me provocará uma alegre nostalgia.

O som da brisa e das águas. O cheiro da baía. As ilhas embaçadas sobre a linha do horizonte. E o "popopô" do barquinho, que vem de longe, e se aproxima, e depois se dissipa novamente.
Pronto... está reconstituída a imagem em meu retroprojetor intraocular. Nem precisa de foto!

2 comentários:

. disse...

hahahahahahaha...
Cara de pau!

Mas o senhor já está add porque seu blog é bom!

Gosto dele!
(risos)

Belenâmbulo disse...

Agora meu ibope vai bombar!!!

Valeu!