quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Fora de prumo

Três casinhas simpáticas, na Tamandaré com Carlos de Carvalho.
Um pequeno detalhe: duas delas estão inclinando para a esquerda de quem olha. A do meio, aparentemente, está aprumada, mas pode ser ilusão de óptica.

A casa da direita já encostou na do meio


Tombamento do patrimônio

8 comentários:

Yúdice Andrade disse...

Essas casas impressionam quem as vê pela primeira vez, amigo, particularmente esta que destacas. Mas posso te assegurar que ela está desse jeito há quase 20 anos e não tombou. Por conseguinte, se o terreno é ruim, o construtor está de parabéns.
Só gostaria de saber se as crianças brincam de bolinha de gude na casa, ou se os pratos de sopa não podem ser muito cheios.

Amanda Pinto disse...

É. Flutuamos sob um lençol de lama. Felizes são os construtores de antigamente que não viram os impactos do mundo moderno sobre suas obras. Nada escapa de uma sedimentaçãozinha - a priori inofensiva - e umas rachaduras!

Ps. Tenho algumas fotos do círio, das barbeiragens no trânsito ainda não capturei nenhuma porque ainda tô na direção defensiva, não tenho reflexo!!! =D haha
Beeesos

Virótica disse...

Sempre fico pensando de que lado fica o banheiro dessa casa e como se lava. Desde a primeira vez! Esa dúvida me consome...

Belenâmbulo disse...

Yúdice,
Então elas são a versão belenense da Torre de Pisa.
Os moradores devem ter sérios problemas de escoliose...

Amanda,
Quero ver quando as torres da Doca começarem a entortar!
Ah... se tivesse alguém fotografando as barbeiragens que faço no trânsito enquanto fotografo as barbeiragens dos outros...

Virótica,
Se o ralo ficou no lado mais alto da casa, então eles sifuderam.


Abraços

Frederico Guerreiro disse...

Pelo menos dá pra lavar o piso do andar superior que a água escorre sozinha, e dá pra ir do quarto para o banheiro de skate, sem o menor esforço.

Lafayette disse...

Égua, a casa dava pra mim certinho!

O resultado de uma escanografia quie fiz disse que tenho a perna esquerda mais curta que a direita.

Então, "indo" pro fundo, ficava certo!

Lafayette disse...

Ops, ou melhor, "vindo" do fundo...

...indo, tava fumado!

Belenâmbulo disse...

Fred,
Concordo com você. Consumada a desgraça, o jeito é encontrar algum motivo para se divertir.

Lafayette,
Melhor não deixar os donos da casa saberem disso, senão eles vão querer te cobrar uma nota pela compra do imóvel.
PS: cuidado com os atos falhos!

Abraços