quinta-feira, 30 de julho de 2009

Carapanã da Marambaia


Este bichinho me custa cerca de 300 reais por mês em energia elétrica. Ar-condicionados permanentemente ligados.
Se os senhores temem o carapanã da dengue, imaginem o que deve ser levar uma picada desse bicho aí. Deve chupar o sangue todo. É o carapanã Conde Drácula da Marambaia.

Publicada originalmente no Intimorato, em 02/11/2008

9 comentários:

JOSÉ DE ALENCAR disse...

Amigo, além da conta de luz, o bicho ainda provoca também esse tom fúcsia da ponta dos dedos?
E o aparelho ferrador dele é esse em forma de ipisilon ou esse mais comprido de todos?
Será um mutante endêmico da Marambaia?
Ele está se disseminando fora desse habitat?
Tem risco de chegar aqui na Guanabara?
Desculpe tantas perguntas, mas só um especialista como você pode me tirar tantas dúvidas juntas.
Como sei que o Barretto vai passar logo logo por aqui, vou perguntar logo para ele qual o antídoto cabível para o caso.
Ah, sim, vou pedir a proteção de São Juvêncio contra essa cabroeira alada e pernalta.

Carlos Barretto disse...

Rsss.
Interessante, nobre Alencar. Mas foi precisamente o que eu reparei quando vi a foto da mão do Fred Guerreiro. Talvez seja coisa de médico mesmo. E médico que passa a vida olhando para esta cor fúcsia, que técnicamente chamamos de cianose, em busca de sinais de alerta para medidas mais enérgicas de suporte de vida.
Quase perguntaria ao Fred: vc ainda estava vivo quando tirou esta foto?
Quem deixou de atendê-lo adequadamente para ainda pensar em fotografá-lo?

Mas talvez, sejam problemas de white balance na câmera digital. Ou então, nosso amigo Fred passou a manhã amassando açaí.
Rssss
Mas quanto ao "karapanã", não seria ele um filhote de "põe-mesa" (ou Louva-a-Deus), injustamente confundido. Observe a atitude dos pequenos membros superiores em atitude clássica de pregador.

Abs

Diniz Sena disse...

SEUS PROBLEMAS ACABARAM!!!

Kkkkkkkkkkk

Quando vi esse post no Bem Legaus só lembrei de vc.

Mas fica a pergunta: será que funciona com carapanãs tb? Se eles forem desse tamanho aí, com toda certeza.

Olha aí http://www.bemlegaus.com/2009/07/arma-pega-mosca.html

Belenâmbulo disse...

Alencar e Barretto,
Esse inseto assustador já apareceu algumas vezes aqui em casa. Em todos os casos, meu interesse científico sobre a espécie foi suplantado pelo medo de levar uma ferroada do bicho. Preferi não testar o seu aparelho ferrador, muito menos esperar a criatura crescer (se é que já não estava na fase adulta) para ver se se tratava de um louva-a-deus.
Sobre os dedos roxos, suponho que tenha sido resultante da força excessiva aplicada no tapa, a fim de matar o talvez inocente bichinho. Experiência própria.

Diniz,
Essa geringonça deve ser tão ou mais viciante que a raquete elétrica.

Abraços

Alex Lacerda disse...

Trata-se, meu amigo, de um mosquito tipulideo, inofensivo habitante principalmente de áreas com florestas. Não tira o sono de ninguém, a não ser pelo avantejado tamanho.
Informações de um ex estagiário de entomologia, do laboratorio de biologia da UFPa(eu).
Um Grande abraço.

Belenâmbulo disse...

Alex,
Por isso que é bom ter amigo cientista!!!
Valeu!

Frederico Guerreiro disse...

Ei, pessoal! O roxo nos dedos foi por causa da sombra e da "white balance" da câmera (acho que é isso, Barreto), mesmo.

catsmd disse...

Eu já morei na Maramba,mas graças a Deus por nunca ter dado de caras com um desses!!!

Belenâmbulo disse...

Sorte a sua, catsmd, pois o bicho é realmente assustador!

Abraço