sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

A pororoca que não veio

A maior pororoca que testemunhei foi em 2006.
Ano passado, ela não veio na época da festa organizada pelo governo, como foi relatado aqui.
Na última terça-feira (16/02), dei uma passada por lá. Era o terceiro dia após a lua nova, cerca de um mês antes do equinócio de outono, portanto havia grandes chances de me encontrar com a onda. Mas a natureza é caprichosa...

Crianças navegam tranquilamente onde "deveria" estar ocorrendo a pororoca (Ilha do Toio, rio Capim)

Segundo informações dos moradores do local, ela só está acontecendo na lua cheia. Sendo assim, os últimos fins-de-semana de fevereiro e de março reúnem condições teóricas ideais para boas pororocas.
Bora?

6 comentários:

Carlos Barretto disse...

Bora! E como é a hospedagem por lá?

Frederico Guerreiro disse...

Tô fora. Não gosto de pororoca.

Belenâmbulo disse...

Barretto,
Pretendo acampar na beira do rio. Se você preferir ficar em hotel, indico o de Dona Lina.
Enviarei maiores detalhes por e-mail.

Fred,
Ei! Eu estou falando de São Domingos do Capim, e não da Senador Lemos.

Abraços

Laura C. Nogueira disse...

eu recomendo ler um pouco sobre a Pororoca no meu Blog!:D

e a Pororoca aparecendo me avise viu?! aaaahhhhhhhh e se tiver fotos melhor ainda.

Anônimo disse...

que que ilso, Belenâmbulo? tá fazendo patinação artística? vai acampar na beira do rio mas se o Barreto preferir pode ficar no hotel...???!!!
esse negócio vai parecer um roteiro de O Segredo de Brokeback Pororoca.

beijinhos

Luana Rios

Belenâmbulo disse...

Laura,
Li sua postagem e até já havia comentado.
Se tiver pororoca, certamente publicarei fotos aqui.

Luana,
Agora que você descobriu nosso segredo, também está convidada a participar da suruba.


Abraços